top of page

Os consumidores e trabalhadores não são os mesmos...

Atualizado: 2 de fev. de 2023

Entender as pessoas nunca foi tão vital em uma era de ruptura rápida e sem precedentes.


A sociedade emergiu da Morte Negra de 1346 com avanços na ciência, nas artes e na política e a pandemia COVID-19 nos expôs da mesma forma às fragilidades da vida, quebrando suposições antigas e mudando quem somos, o que priorizamos e como vivemos.


Com isso, tivemos uma aceleração muito rápida da digitalização e das novas oportunidades na ciência, tecnologia, saúde, educação, manufatura e outros setores.

Pense comigo estamos muito mais conectados digitalmente do que imaginamos estar de fato. Você consegue desligar o seu WhatsApp?


Em contrapartida decidimos tambem nos comprometer com o nosso aprimoramento pessoal e com as questões que envolvem o planeta para garantir que seja por mais tempo e melhor um lugar saudável para se viver de forma sustentável.


Nos tornamos mais dispostos a compartilhar informações e experimentar drogas diferentes o medo da industria farmaceutica teve que ser vencido, quantas doses de vacina vc tomou?


As pessoas mudaram e suas justificativas para viver ganharam outros propósitos, imprimindo valores, sonhos e desejos que materializam novas tendências no modo de entretenimento, trabalho e consumo.


Quem são esses novos seres humanos?
O Fórum Oliver Wyman desenvolveu uma pesquisa com mais de 100.000 pessoas em dez diferentes países com a finalidade de encontrar macro personas da nossa era.

A pesquisa descobriu 8 personalidades críticas que representam mais da metade da população, eles são a vanguarda de 30 tendências críticas e globais que perturbam a sociedade e as organizações e respondem por trilhões em nossa economia atual.


"Os Novos Estereótipos que Moldam o nosso Futuro” são:


Os Novos Operários – Recebem treinamento necessário para empregos mais bem remunerado.


Os Nativos Virtuais - Se juntaram à força de trabalho durante a pandemia criando profissões que não existiam.


Os Catalisadores climáticos - Emergem ansiosos para conectar os negócios com as soluções mais eficientes e sustentáveis.


Os Analógicos Digitais – os mais antigos se renderam e se converteram em usuários de tecnologia.


Os Investidores Influenciadores – Comunidade independentes e virtuais que abalam o mundo dos investimentos.


Os Protagonistas do Bem-Estar – embasam essa bandeira armados de dados concretos e e vendem com mais propriedade a priorização da saúde preventiva.


Os Exploradores Psicotrópicos- Consideram os tarja pretas como terapia.


Os Cidadãos do Metaverso- que estão considerando as realidades digitais e tridimensionais como um novo universo de criação e oportunidades.


Eu mesma poderia me considerar parte desse último grupo, por não hesitar na interação imersiva e nas oportunidades que esse novo universo cria nos campos da diversão, trabalho e economia.


É definitivamente uma oportunidade mercadológica que os primeiros estabelecerão o tom.


Tudo está mudando tão rápido que algumas regras e modelos tornaram se obsoletas.

Os consumidores e trabalhadores mudaram e as empresas que não reavaliarem suas estratégias correm o risco de ficar para trás.


As pessoas mudaram e estão exigindo mudança, seu negócio ficará parado olhando a mudança passar?


Material da pesquisa visite o link.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page